A verdadeira história da música TROLOLÓ - Hit da Internet

A história da música "Trololó" que muitos dão risada, é um tanto quanto incomoda.

A estrela do clipe chama-se Eduard Anatolyevich Khil, é russo, tem 75 anos e já fez muito sucesso na ex-URSS. Khil foi um dos artistas mais populares da União Soviética. Queridinho dos comunistas, gravou diversas canções ufanistas do regime.

O tal Trololó é uma música relativamente conhecida na Rússia, chamada (em uma tradução livre) "Estou muito feliz, porque finalmente voltei para casa". A canção foi composta por Arkady Ostrovsky e gravada por diversos artistas além de Khil.

É um vídeo de 1976 em que aparece o barítono russo Eduard Khil vocalizando. Embora a canção seja realmente viciante (talvez pela simplicidade e repetição, sei lá) eu queria saber mais a respeito daquele magricelo com um vozeirão trinitoante.

Nascido em 1934 na Rússia, ele acabou adquirindo alguma fama e projeção no seu país na década de 1970. Era uma época difícil, na qual a liberdade de expressão era muito cerceada, o governo censurava tudo, e para que a produção cultural pudesse chegar ao público os artistas tinham de ser muito criativos, para poder ludibriar a inteligência militar que controlava a censura

Quando o Brasil passou pelo regime militar, artistas também precisaram usar de muita inteligência para burlar a censura, o que resultou nas mais belas composições da MPB, que atualmente parecem estar virando História apenas, não obstante talentos como Lenine, Zeca Baleiro, e outros, das gerações mais novas.

Então, quando Khil gravou o Trololó porque a letra da música continha versos que os censores não deixariam passar de maneira alguma. Além da letra da música, outro fato curioso é que a música - se perceberem - é 100% padrão americano, do penteado, figurino ao estúdio. Então, para não matar a criação resolveram então trocar a letra pelo bom e velho Trololó.

video

Nenhum comentário: